RECEBA AS NOVIDADES NO SEU WHATSAPP

Manual Prático do Amor

Aula 4: Ninguém nos deve nada

Próxima aula

Aula anterior

Quando estamos conhecendo alguém, criamos na nossa cabeça um modelo ideal do que gostaríamos que fosse aquela pessoa. É como se criássemos um boneco de pano do jeito que imaginamos, baseados na nossa experiência de vida, com as qualidades que sonhamos.

Ficamos imaginando que aquela pessoa é bacana, honesta, esforçada, disciplinada, fiel e que vai ser companheira nos momentos mais difíceis da nossa vida. Fantasiamos um personagem perfeito baseado em fatos, aspectos e características daquilo que interagimos sem dar oportunidade de observar quem realmente é a pessoa.

 

Este personagem que criamos na nossa mente se encaixa de forma ideal naquilo que buscamos e assim, acabamos nos apaixonando por este ser imaginado e acreditamos cegamente que estamos amando de verdade.

Com o passar do tempo, aos poucos começamos a perceber que a pessoa não corresponde aquilo que imaginamos. O véu da ilusão começa a cair e nos vemos presos numa maldita armadilha criada por nós mesmos. Percebemos que tudo aquilo que sonhamos desmoronou. Idealizamos a relação e a pessoa e tudo aquilo que parecia de um jeito de repente se revelou de outro.

VAMOS CONVERSAR?

Rua Prudêncio Mendes de Oliveira, 105

Jd. Vivendas - São José do Rio Preto/SP

(17) 98160.0251

TIRE SUAS DÚVIDAS

17 98160.0251

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram