Buscar
  • Thiago Guimarães

COMO SUPERAR TRAUMAS DE RELACIONAMENTOS ABUSIVOS

Para superar os abusos sofridos, busque anular o que o outro diz, pois você não é essa pessoa. Procure ajuda dos amigos e de outros familiares, se for o caso, além do apoio de profissionais. É primordial trabalhar a sua inteligência emocional para lidar com essa situação e superar o problema, visando uma nova vida.


A seguir, veja algumas dicas que podem lhe ajudar!



Traga a sua identidade verdadeira à tona

Os sinais de uma relação tóxica, muitas vezes, são mascarados facilmente com atitudes do dia a dia. Contudo, com as dicas que apresentei neste artigo, é possível analisar o comportamento nocivo do agressor. O mais certo a se fazer é sair desse relacionamento para não comprometer a sua saúde física e mental. Também é importante não confundir sentimentos ou se deixar enganar por carência ou dependência. Tenha uma boa relação consigo mesmo.


Estabeleça limites saudáveis

Você deve ser a única pessoa responsável pelo seu sucesso e a saber o que é melhor e mais importante para a sua vida. Descubra os motivos das felicidades, tristezas e incertezas, e imponha limites nos relacionamentos com outras pessoas. É importante não viver em função de outra pessoa e entender quando é necessário haver mudanças. É preciso de diálogo e compreensão entre as partes.


Lide com a vergonha e culpa

É normal ter receio em falar com outras pessoas sobre o assunto após passar por um relacionamento abusivo, talvez por sentir medo do que os outros vão pensar ou se julgarão você pelo acontecido. Saiba que você não tem culpa e esse processo de contar as experiências vivenciadas é muito importante para lidar com elas. Procure tratar o trauma vivido como aprendizado para não cair mais em armadilhas, e transforme-o em pensamentos positivos.


Gerencie a autocrítica

Como eu já mencionei, relacionamentos abusivos podem gerar crises de identidade, baixa autoestima e mudanças de comportamento. Por isso, é preciso resgatar a sua essência. A autocrítica é um fator importante nesse processo. Mensure as suas reais qualidades e defeitos, erros e acertos, e, então, procure por mudanças e aperfeiçoamento pessoal.


Fonte: Wendell Carvalho

32 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo